Ao falar de componentes eletrônicos não tem como deixar de destacar a infinidade de componentes, pois eles são utilizados em diversas aplicações. Entre tantos componentes podemos citar o LDR, que é um sensor de luminosidade muito utilizado, mas são poucas as pessoas conhecem o funcionamento do sensor LDR! Pensando nisso o Manual da Eletrônica fez este artigo, explicando o que é um fotoresistor e como ele funciona, além de falar das principais aplicações deste sensor luminosidade!

O que é LDR

LDR é a sigla em inglês para Light Dependent Resistor, que traduzido significa resistor dependente de luz. O LDR também é conhecido como fototoresistor, e ele é um tipo de resistor que tem a capacidade de variar a sua resistência em função da intensidade de luz que incide sobre ele.

O que é resistor dependente de luz e para que serve!

LDR – Resistor Dependente de Luz.

Os tipos mais comuns de fotoresistores possuem maior sensibilidade à luz visível, mas existem alguns tipos de fotoresistores que possuem uma maior sensibilidade à luz infravermelha. O LDR é um componente eletrônico passivo, possui apenas dois terminais e não tem polaridade definida.

Na imagem abaixo é possível observar como é um LDR, além das duas simbologias que são usadas para representar o LDR.

LDR - Resistor Dependente de Luz.

Componente e simbologias do LDR.

É importante destacar que o resistor dependente de luz tem em sua construção um material semicondutor de alta resistência, além disso o LDR também pode apresentar alguns atrasos para variar a sua resistência elétrica.

Sensor LDR, funcionamento

O funcionamento do LDR é relativamente simples! Quando as partículas de luz (fótons) incidem sobre a superfície do sensor, os elétrons que estão no material semicondutor são liberados, dessa forma a condutividade do LDR aumenta e a sua resistência diminui.

Em estado normal o material do LDR possui uma alta resistência, por isso quanto maior a incidência de luz sobre o sensor LDR, menor será a sua resistência! Ou seja, ao escurecer a resistência do LDR é máxima, e se o ambiente estiver claro a sua resistência será muito menor. A variação da sua resistência em função luminosidade pode ser visualizada no gráfico da imagem a seguir.

LDR - Resistor Dependente de Luz.

Variação da resistência em função da intensidade luz.

Aplicações do LDR

O sensor LDR possui muitas aplicações interessantes e que são bem comuns! Entre essas aplicações podemos citar o acendimento automático de lâmpadas, pois ela é extremamente útil para economizar energia e evitar trabalho desnecessário. Como exemplo podemos destacar os postes de iluminação pública, pois eles possuem um relé fotoelétrico, composto por um LDR para detectar se é de dia ou de noite.

Outra aplicação muito comum do LDR é em robôs seguidores de linha, pois com este componente é possível detectar a intensidade da luz que bate no chão e retorna ao sensor do robô, sendo possível criar um robô que seja capaz de seguir uma determinada linha.

O sensor LDR também pode ser usado na agricultura, pois existem casos em que determinados tipos plantas ou fungos são cultivados em ambientes com restrição da intensidade luminosidade, ou seja, tem uma máxima intensidade de luz que pode incidir sobre eles. Com este sensor é possível desenvolver um sistema para monitorar a luminosidade do ambiente com o LDR.

Para que você entenda melhor o funcionamento deste sensor de luz, abaixo disponibilizamos um vídeo do canal Mundo da Elétrica. Nele é possível observar perfeitamente o funcionamento do LDR, vale a pena conferir!

Finalizamos mais um artigo e esperamos que você tenha gostado! Se tiver ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o sensor LDR, deixe nos comentários que iremos responder. Também no ajude a compartilhar este artigo para que mais pessoas possam aprender sobre eletrônica.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)