Sensor de temperatura, tipos e características!

Escrito na categoria "Automação" por Pedro Alves.

O que você sabe sobre sensor de temperatura? Você sabe o que é um sensor de temperatura? Sabe quais são os tipos de sensores de temperatura? Se a resposta for não, fique tranquilo! Porque neste artigo, o Manual da Eletrônica vai responder todas essas perguntas e falar sobre algumas características dos sensores de temperatura. Então, bora aprender eletrônica!

Sensor de Temperatura: O que é?

Para quem ainda não sabe, o sensor de temperatura é um dispositivo muito utilizado para detectar variações de temperatura em equipamentos industriais, em veículos, em eletrodomésticos e até mesmo em instalações prediais.

Também chamado de sonda de temperatura, esses sensores fazem a identificação e medição das variações de temperatura através do campo eletromagnético, da radiação térmica, da resistência elétrica ou de alguma outra variação de característica física.

O sensor de temperatura tem a capacidade de identificar a variação de temperatura em um determinado local, transforma essa variação em um tipo de sinal elétrico, que é enviado imediatamente para um circuito de leitura e interpretação deste sinal. Quando o sinal é interpretado, o operador ou o sistema automatizado de monitoramento consegue tomar decisões baseadas na situação do local em que o sensor está monitorando.

Tipos de sensores de temperatura

O funcionamento dos sensores pode variar bastante, e a análise da temperatura dessas sondas é feita por diversos processos. Para atender as necessidades dos mais diversos processos de análise, foram criados alguns tipos de sensores, os quais mostraremos a seguir.

Sensor de Temperatura: Termopar

O sensor de temperatura termopar nada mais é do que um par de fios metálicos, com propriedades distintas, que foram acoplados em uma extremidade. Uma diferença de tensão termoelétrica é criada entre as pontas deste par de fios metálicos, e isso indica a diferença de temperatura que existe entre ambas as partes.

Quais são os tipos de sensores de temperatura?

Termopar, sensor de temperatura.

Esse sensor possui uma vantagem de ser altamente sensível e preciso. Isso porque ele consegue detectar até mesmo a menor variação de temperatura em um ambiente, respondendo rapidamente e com bastante eficiência. Por esses motivos, ele pode trabalhar em diversas escalas de temperaturas, realizando até mesmo medições duráveis e de baixo custo!

Porém, uma desvantagem deste tipo de sensor de temperatura é que ele é sujeito a corrosão, o que afeta bastante a precisão deste tipo de sensor, além de apresentar falhas quando é usado por um longo tempo.

Sensor de Temperatura: Termistor

O termistor é um tipo de sensor que pode ser caracterizado como um dispositivo semicondutor, cuja resistência elétrica tem o seu limite equivalente à temperatura. O sensor de temperatura termistor tem uma extrema sensibilidade às variações de temperatura. Porém, ele só consegue trabalhar com uma faixa limitada de temperatura.

Sensor de temperatura, tipos e aplicações!

Termistor, sensor de temperatura.

Existem duas categorias para esse tipo de sensor, que são:

Sensor de Temperatura PTC

O sensor de temperatura PTC (Positive Temperature Coefficient) é um termistor com o coeficiente de temperatura positivo, onde a sua resistência se eleva de acordo com o aumento da temperatura medida.

Sensor de Temperatura NTC

O sensor de temperatura NTC (Negative Temperature Coefficient) é um termistor com o coeficiente de temperatura negativo, onde a sua resistência decai, de forma não linear, de acordo com o aumento da temperatura medida.

Sensor de Temperatura: Termorresistência

Os sensores de temperatura de resistência, também conhecidos como termorresistências ou RTDs são como um enrolamento de fios feitos geralmente de platina, cobre ou níquel. Ele é fabricado dentro de um recipiente de metal, parecendo um fio alongado e no formato de mola. Esse fio, quando aquecido, indica variações na temperatura ambiente. E um exemplo perfeito deste tipo é o sensor de temperatura é o pt100!

Tipos de sensores de temperatura.

Termorresistência, sensor de temperatura.

O sensor de temperatura pt100 é um sensor que consegue medir a temperatura em função da sua resistência, sendo que a sua resistência elétrica é a da platina (pt). A resistência da platina a 0ºC é de 100 Ohms, isso explica o porquê do nome pt100. Neste sensor, quando a temperatura ambiente aumenta, a resistência do metal também aumenta, possibilitando a leitura da temperatura.

Sensor de Temperatura: LM35

O sensor de temperatura LM35 pode ser descrito como um circuito integrado (CI) que tem a aparência de um transistor, sendo capaz de realizar medições com muita precisão e uma sensibilidade impressionante.

Ele é muito conhecido por apresentar uma saída de tensão linear equivalente à temperatura que o sensor está medindo. Essa tensão de saída é de 10mV/ºC, ou seja, a cada Grau Célsius de temperatura, o sensor libera um sinal de 10mV. A precisão do sensor LM35 é de ±0,5ºC e o seu range completo de trabalho pode variar de -55ºC até 150ºC!

Sensor de temperatura, tipos e aplicações!

Sensor de temperatura LM35.

O sensor de temperatura LM35 é muito usado com plataformas de prototipagem como por exemplo o Arduíno. O conjunto de sensor de temperatura Arduino e LM35 é o mais conhecido, sendo montado somente com um Arduino, um sensor LM35, um protoboard e cabos jumpers.

O tema sobre sensor é um assunto com uma área incrivelmente ampla de atuação, possuindo diversos tipos que são usados em várias aplicações diferentes. E para que você entenda melhor sobre esse vasto assunto, sugerimos que assista o vídeo abaixo do Mundo da Elétrica sobre os tipos de sensores.

Esperamos que tenha gostado deste artigo. Se gostou e quiser nos ajudar, compartilhe o artigo nas suas redes sociais ou com os seus amigos! E caso tenha ficado alguma dúvida, é só comentar aqui e te responderemos com prazer.

Sobre o autor

Autor Pedro Alves

Pedro Alves atua na área de eletricidade desde 2014 quando cursou Eletromecânica no SENAI. Se tornou eletricista especializado em comandos elétricos e instalações elétricas prediais no ano de 2015. Também é Técnico em Eletrônica pelo CEFET-MG. Trabalha como eletricista autônomo há mais de 4 anos e tem vasta experiência como editor de conteúdo para artigos técnicos na empresa Mundo da Elétrica.

Deixe um comentário